You are currently viewing STIMMME oferece atendimento para trabalhadores do setor sobre Imposto de Renda

STIMMME oferece atendimento para trabalhadores do setor sobre Imposto de Renda

  • Post category:Notícias

Com objetivo de facilitar a vida dos trabalhadores do setor, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento Gonçalves (STIMMME) oferece atendimento aos interessados em fazer a declaração do Imposto de Renda de 2022. O serviço para os associados e trabalhadores sindicalizados da categoria engloba desde consultas sobre quem tem ou não a obrigatoriedade de fazer a declaração a qualquer outro tema relacionado à prestação de contas e recolhimento do tributo, se for o caso.

O prazo para que a declaração do IR deste ano seja feita é 30 de abril. De acordo com a lei, todo trabalhador que recebeu, a título de remuneraçção salarial, mais que R$ 28.559,70 ou teve valores retidos na fonte, devem realizar a declaração.

No sindicato, o atendimento aos trabalhadores já está sendo realizado nas segundas e quartas-feiras entre as 16h e 18h, e se estenderá até o dia 27 de abril, na Sede Administrativa da entidade, em Bento Gonçalves. Quem optar por fazer a declaração e entrega dos documentos do Imposto de Renda utilizando os serviços de um técnico especializado disponibilizado pelo próprio STIMMME pode usufruir o serviço mediante o pagamento der uma taxa – reduzida – no valor de R$ 100,00.

IMPORTANTE – A partir do dia 7 de março, cerca de 31,7 milhões de contribuintes devem realizar a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) deste ano, referente ao ano-base de 2021. A declaração é obrigatória quem recebeu rendimentos superiores a R$ 28.559,70 em 2021. Para atividade rural, a obrigatoriedade é para quem teve receita bruta superior a R$ 142.798,50 no ano passado. Também devem fazer a declaração quem teve rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, de mais de R$ 40 mil, ou aqueles com patrimônio de mais de R$ 300 mil e os que tiveram ganho de capital na alienação de bens ou direitos ou fez operações na bolsa de valores, incluindo os dependentes. Independentemente da renda, a declaração é obrigatória ainda para quem passou a residir no Brasil no ano passado e para quem vendeu imóveis residenciais e comprou outro até 180 dias depois da venda.

PARA SABER – Em 2022, o Imposto de Renda no Brasil completa 100 anos de existência. E para celebrar este centenário, a Receita Federal preparou um pacote de inovações que simplificam o preenchimento da declaração, o pagamento do imposto e o recebimento da restituição, segundo o subsecretário de Arrecadação, Cadastros e Atendimento da Receita Federal, auditor-fiscal Frederico Igor Leite Faber.

Restituição

A Receita Federal também divulgou o cronograma das restituições do Imposto de Renda deste ano. Assim como ocorre desde 2019, serão cinco lotes. Os pagamentos começam em 31 de maio, do primeiro lote, seguindo a ordem de prioridade estabelecida em lei, e vão até 30 de setembro, quando será pago o quinto lote. Os que enviarem a declaração primeiro, recebem a restituição também nos primeiros lotes.

Neste ano, o contribuinte pode informar sua chave Pix para recebimento da restituição. No entanto, essa chave precisa ser, necessariamente, o CPF do contribuinte. Número de celular, e-mail e chaves aleatórias não serão aceitas. As outras opções de crédito em contas correntes e poupanças seguem valendo. Quem tem imposto a pagar poderá parcelar em até oito vezes e o pagamento também pode ser feito via Pix.