You are currently viewing “No que depender do STIMMME-BG, o trabalhador metalúrgico seguirá como protagonista”

“No que depender do STIMMME-BG, o trabalhador metalúrgico seguirá como protagonista”

  • Post category:Notícias

Por Deoclides dos Santos, presidente do STIMMME-BG

É assim desde o início: o trabalhador metalúrgico como peça central da engrenagem que move a cadeia produtiva metalmecânica. Para o STIMMME-BG, a valorização do trabalhador seguirá sendo a premissa que conduzirá as ações sindicais – afinal, nós existimos para e com o trabalhador.
Sabemos que o ano de 2022 tem sido, de certo modo, atípico, pois estamos saindo de uma pandemia e entrando em um período de eleições estaduais e federais, o que sempre gera incertezas e instabilidade. Intercalamos momentos de aquecimento com outros de retração, de readaptação à realidade política e econômica do país e muitos percalços. Temos percebido os esforços das empresas em buscar alternativas para superar esse momento de crise, investindo em ampliação de mercados, negócios internacionais, diversificação de atuação e, principalmente, otimização dos custos, reduzindo despesas e procurando formas de ganhar competitividade. Acreditamos que, para a recuperação dos setores produtos, é necessário que haja a retomada da confiança institucional do Brasil – e isso somente ocorrerá com a melhora na gestão pública, sinalizada pelo compromisso do Governo contra a corrupção, com o controle de gastos e boa administração do dinheiro público, por exemplo.
Na contramão dos fatos negativos, o STIMMME-BG completa seus 55 anos com o orgulho de renovar o compromisso permanente de batalhar em defesa da família metalúrgica e buscar novas formas de contribuir com a qualidade de vida de todos aqueles ligados à entidade. Exemplo disso são as facilidades como atendimentos médicos, odontológicos e jurídicos gratuitos aos associados, benefício mantido e assegurado aos trabalhadores associados.
Individualmente, nenhum profissional terá força de negociar ou reivindicar pautas que sejam relevantes para seu bem-estar ou garantir seus direitos. Quando todos estão unidos, em um Sindicato, essa entidade ganha força para lutar pelos pleitos da categoria – como a Convenção Coletiva, processo de negociação que levou muitos meses, com uma série de reuniões, e conquistou reajuste de 12,5% para os trabalhadores metalúrgicos de Bento Gonçalves.
A falta de profissionais qualificados para atender às demandas da indústria é outro ponto que precisa de atenção. No metalmecânico, esse é um gargalo muito presente na realidade das empresas. Porém, ali estão grandes oportunidades de crescimento profissional e atrativas remunerações. Forte incentivador do aperfeiçoamento técnico, buscamos oferecer, de forma permanente, em nossa rede de facilidades, parcerias que estimulam a qualificação profissional.
Por isso, no que depender dos esforços do STIMMME-BG, o trabalhador metalúrgico seguirá como protagonista nessa cadeia produtiva tão importante para todos nós. Conte conosco e faça parte desse movimento conjunto que nos engrandece cada dia mais. Esteja ao nosso lado para completar mais um capítulo dessa história de 55 anos da entidade, escrita a várias mãos. Representar os trabalhadores e defender seus interesses é, sem dúvida, a nossa maior causa e projeto.